segunda-feira, 19 de fevereiro de 2018

A COROA (resenha)

  4 ESTRELAS
 312: PAGINAS
 SEGUINTE: EDITORA
 KIARA KASS: AUTORA


"SEU  POVO OU SEU CORAÇÃO? UM DOS DOIS ELA VAI TER QUE ESCOLHER!"

 O livro a Coroa foi muito gostoso de ler a escrita da autora Kiara continua fácil e gostosa. O que para muitas pessoas foi uma protagonista boba e arrogante, eu não achei assim. Sim Eadlyn foi arrogante, e em alguns momentos  chata,mas toda a responsabilidade que ela carrega desde pequena a fez ficar uma pessoa mais dura. A coroa é o fim da saga de uma jovem princesa que em menos de 3 meses teve trinta e dois rapazes disputando sua mão: mesmo depois de muitas confusões no livro anterior "A HERDEIRA" Eadlyn ainda não está muito interessada em nenhum dos garotos... Mas com apenas 6 garotos pela primeira vez ela percebeu que desejava isso; que desejava amar alguém e ser amada.E deseja também ser amada pelo seu povo,que é muito importante para ela.
 

"UMA GAROTA,UMA COROA,SEIS RAPAZES,(MAIS UM TRADUTOR) E UMA SELEÇÃO NUNCA VISTA ANTES"

 O amor é tudo e nada, mas principalmente ele é necessário...
Encontrar um príncipe, pode significar beijar muitos sapos ou chutar um, monte de sapos para fora da sua casa. Cair significa se jogar de cabeça em algo que você sempre quis. Ou mergulhar seu dedo do pé em algo que você tem medo toda sua vida. O felizes para sempre poderia estar esperando em um campo de batalha...Ou em uma janela estreita...

Com relação aos pretendentes, eu gostei do começo,foi engraçado: Mas senti falta do romance sendo construído entre ela e o seu escolhido;honestamente esperava que ela escolhesse um outro pretendente, mas foi sim uma leitura e historia bem fofinha...


BEIJINHOS

sexta-feira, 16 de fevereiro de 2018

LIVROS QUE VÃO VIRAR FILME EM 2018


 Todos sabem que quando um livro nos conquista, ficamos sempre querendo saber mais sobre aquela obra...
  E com isso o cinema também busca suas inspirações em nosso queridinhos. Com certeza é muito mais fácil oferecer um filme que já agradou na literatura.

  É um beneficio para ambas as partes; as obras cinematográficas se beneficiam do modo criativo. E os livros ganham um publico maior. Principalmente se o filme for bem.
  As pessoas querem ler; entender como o autor teve criatividade de criar nossos personagens tão queridinhos.
  Em 2018 não será diferente: Dezenas de obras chegarão as nossas telas; algumas no cinema outras como séries: A baixo trago algumas, e espero que gostem.

-Cinquenta Tons de Liberdade

Finalmente, o desfecho da série Cinquenta Tons de Cinza chega aos cinemas, com direção de James Foley. O longa é baseado no best-seller da autora britânica E. L. James e traz a continuação de Cinquenta Tons Mais Escuros, que foi lançado em 2017 nas telonas. 
Christian (James Dornan) e Ana (Dakota Johnson) finalmente casaram, mas a vida do casal está longe de ter a paz que tanto desejam.
O lançamento do filme foi para 9 de fevereiro de 2018.

-Maze Runner: A Cura Mortal

Os fãs de Maze Runner têm motivos para celebrar. A Cura Mortal é a terceira adaptação da série escrita por James Dashner, dando seguimento aos eventos vistos em Maze Runner: Prova de Fogo (2015).
The Death Cure (A Cura Mortal), livro que foi adaptado nesta versão para às telonas, foi inicialmente publicado em 2012. A trama está focada na busca de Thomas (Dylan O' Brien) pela cura de uma doença mortal, enquanto descobre os planos da C.R.U.E.L e como as suas consequências poderão ser desastrosas para a humanidade.
Com direção de Wes Ball, o longa estreiou 26 de janeiro de 2018.

-Jogador Nº 1 

Baseado no cultuado livro de estreia de Ernest ClineJogador Nº 1 é dirigido por Steven Spielberg (Tubarão, Minority Report, Jurassic Park) e retrata um futuro onde estar "preso" no mundo dos games é a solução para fugir à pobreza.
A história se passa em 2045, numa Terra que enfrenta graves crises. Para escapar da miséria e destruição, os humanos recorrem ao OASIS, um sistema de realidade virtual onde são capazes de ter uma "vida normal", como estudar e trabalhar.
O filme está previsto para sair nos cinemas americanos em 30 de março de 2018.

-Simon vs. a Agenda Homo sapiens


Inspirado na obra YA Simon Vs the Homo sapiens Agenda, escrito por Becky Albertalli, e um sucesso entre os fãs do gênero, este filme aborda os dramas de um adolescente gay que vive "dentro do armário", enquanto tenta "sobreviver" ao Ensino Médio. 
Dirigido por Greg Berlanti (Juntos pelo Acaso), Love, Simon está previsto para ser lançado em 16 de março de 2018 nos EUA.

-Uma Dobra no Tempo

Este filme é baseado no romance escrito Madeleine L'Engle em 1963, uma obra icônica que une aventura, fantasia e ficção-científica numa receita de sucesso.
Com direção da visionária Ava DuVernay, o longa traz nomes de peso como Oprah Winfrey, Reese Witherspoon, Mindy Kaling, Storm Reid, Zach Galifianakis e Chris Pine.
Meg Murray, a protagonista da história, descobre que seu pai, um conceituado astrofísico, está preso num planeta distante, local onde estão reunidas todas as coisas más do Universo. Junto com seu irmão, melhor amigo e mais outros viajantes astrais, a jovem precisa correr mais rápido que a Escuridão para salvá-lo.
Uma Dobra no Tempo está previsto para ser lançado nos Estados Unidos em 9 de março de 2018.

-O TOURO FERDINANDO
Um clássico da literatura infantil, publicado pela primeira vez em 1938. O Touro Ferdinando já teve adaptações para tv, e agora chega pela primeira vez nas telas dos cinemas, para conquistar crianças e adultos de todo o mundo. Uma história, que funciona como uma grande alegoria contra o preconceito e escolhas individuais. Ferdinando é grande, forte, mas tudo que ele menos quer é lutar em touradas e nada dessas coisas que os outros touros fazem. E com sua delicadeza e fofura ele vai conquistar muitas pessoas em sua jornada de volta para casa. O Filme já tem indicação de melhor animação ao Globo de Ouro, e está na luta para conquistar a sua vaga também no Oscar. O lançamento no Brasil FOI EM 11 de janeiro.
-ANIQUILAÇÃO

Protagonizado pela vencedora do Oscar, Natalie Portman e com o roteirista de Ex-Machina e Não Me Abandone Jamais, essa com certeza é uma das principais estreias do ano, no segmento de ficção cientifica. A história acompanha uma bióloga que participa de uma expedição, para uma área totalmente misteriosa e que muitos participantes de outras expedições não voltaram nada normais (quando voltavam). Para se ter uma ideia da tensão na história. O autor do livro fez questão de não nomear nenhum dos personagens, sendo chamados pela qualificação que possui, sendo um objetivo claro, relativo a não criar-se nenhum tipo de afetividade com eles. Porque será? 
-DUMPLIN, DE JULIE MURPHY 
Um livro de aceitação de quem você é, especialmente na fase da adolescência, tem sua adaptação prevista para lançar em outubro de 2018. Com a presença marcante da atriz Jennifer Aniston, o filme ainda tem composições exclusivas da cantora country Dolly Parton. 

 
-ESTRANHA PRESENÇA, DE SARAH WALTERS
Ainda sem muitas informações, o filme com previsão de chegada aos cinemas em agosto de 2018 e tem no elenco Domhnall Gleeson (Ex-Machina), Ruth Wilson (Jane Eyre), Kate Phillips (The Crown), entre outros, retrata a vida da familia Ayres, que vive em uma casa georgiana e estão passando por muitas dificuldades, após a segunda guerra mundial e estão tentando se adaptar a nova vida. O que eles não imaginavam é que poderiam ser assombrados por algo desconhecido, que pode ser até pior que seu antigo modo de vida.

-Todo Dia, David Levithan

Estreia: 23 de fevereiro nos EUA, sem previsão para o Brasil
Em Todo Dia, A vive uma vida diferente. A cada dia, ele/a acorda em um corpo diferente, com a mesma idade que teria em uma vida normal e nunca duas vezes no mesmo corpo. Após 16 anos vivendo e acostumado com essa forma, A conhece Rhiannon e o amor que começa a surgir entre os dois pode mudar tudo.
-Série Trono de Vidro –  Sarah J. Maas:


Considerada um misto de Game of Thrones e Assassin’s Creed, a série Trono de vidro teve seus direitos vendidos para uma adaptação para a TV, comprados pelos produtores de Grey’s Anatomy. A história é sobre Celaena Sardothien, uma assassina a serviço de um rei tirânico que está lutando para conseguir sua liberdade, uma fantasia épica repleta de ação, intriga e cenas de luta inesquecíveis. a A série foi intitulada de Queen of Shadows (Rainha das Sombras), mesmo título do quarto livro.
-Para Todos os Garotos que Amei – Jenny Han:
Para Todos os Garotos que Amei ganhou leitores ao redor de todo o mundo, e com o sucesso de vendas lá fora a produtora de Will Smith não pensou duas vezes para adquirir os direitos de adaptação.
A série segue a história de Lara Jean, que nunca admitiu abertamente suas paixonites, e em lugar disso escreveu uma carta para cada garoto sobre como se sentia, as lacrava e escondia em uma caixa debaixo de sua cama. Mas um dia, Lara descobriu que de alguma forma sua caixa de segredos foi enviada por correio, fazendo com que todos os garotos de seu passado a confrontem sobre as cartas.

terça-feira, 13 de fevereiro de 2018

TAG CARNAVAL LITERAIRO



1-O MAIOR BLOCO DO MUNDO: aquele livro que todo mundo amou, você tava com medo de ler e não gostar só que você também caiu na folia e amou!
Eu realmente fiquei bem insegura quando comecei a ler a série, porque tinha tanta gente louca e apaixonada pelos Bridgetons que  eu sempre tenho esse receio, mas  acabei realmente me rendendo a eles e entrando no bloco das apaixonadas.Logo resenha.

2-SAMBÓDROMO: É uma folia só, mas de vez em quando, no sorteio a sua escola é a última a se apresentar na noite. Ou seja aquele livro que você leu, leu, leu, leu, leu, mas 
pareceu nunca chegar nos finalmente. 
Quando vi a sinopse fiquei louca para ler, mas ao longo da leitura, honestamente não gostei foi muito arrastado e parecia nunca ir para frente... Tanto que nem terminei.

3-CAMAROTE: O que significa aqui é que você é VIP. Qual livro você leu antes dos seus amigos ou antes de todo mundo (antes de virar modinha/febre)
 Quando li Crepúsculo nem se ouvia falar, Não sei se li antes de todo mundo, mas lembro que li um pouco depois que ele foi lançado e a maioria dos meus amigos não conhecia a história. Acabou virando um dos meus livros favoritos , já o li no mínimo umas três vezes.

4-PIPOCA: Você tá lá, vendo todo mundo correr atrás do trio, mas teve que ficar na pipoca. Aquele livro que todo mundo leu/comprou antes de você, e você ficou passando vontade até poder comprar, mesmo sendo depois de todos os seus amigos ou depois de virar modinha.
Assim que vi a divulgação desse livro, eu fiquei louca e queria ler ele urgentemente, mas aí né, não rolou!!!Comprei  só agora, bastante tempo depois do seu lançamento e depois das minhas amigas das anáguas terem lido e falado horrores deles. A resenha vai sair em breve aqui no blog, então fiquem de olho.

5- TODO CARNAVAL TEM SEU FIM: a série que você mais amou, e odiou ainda mais por ter acabado

Cara, eu nunca consegui concluir a leitura de uma série tão rápido, foi umas das que realmente me pegou de jeito. Sou apaixonada por eles, por suas histórias e pelo amor que existe. Conclui a leitura do último livro esses dias e por esses dias a resenha vai sair aqui no blog...

6- TODO MUNDO MUITO LOUCO!: O livro que te indicaram falando que era a sua cara, mas quando você leu foi uma decepção.

Já começo dizendo, não foi uma decepção, mas foi aquele livro que quando eu acabei, simplesmente não sabia se tinha gostado ou não. Não fiquei apaixonada pelos personagens como todas as minhas amigas e achei a personagem principal bem chata, tanto que comecei a ler o segundo livro e simplesmente não consegui ler. Com relação a essa trilogia, eu realmente sou o ponto fora da curva, porque todas as amigas que leram, amam, elas me garantiram que eu também iria amar, mas não rolou.

7- RESSACA: o último livro que te deixou de ressaca literária (não precisa ser ressaca ruim, pode ser só aquela ressaca de que você tá preso demais a aquele universo)
Poucos livros me causaram uma ressaca literária e MIL BEIJOS DE GAROTO foi o último livro que me deixou ressaqueada. Passei dias e dias pensando nos personagens e tive dificuldade de iniciar uma nova leitura...

BEIJINHOS... ESPERO QUE TENHAM GOSTADO.


segunda-feira, 12 de fevereiro de 2018

ELEANOR & PARK (resenha)

 “Concordavam sobre tudo que era importante e discutiam sobre o restante. E isso era bom também, porque, quando discutiam, Eleanor sempre fazia Park morrer de rir.”
  SINOPSE:
 Eleanor & Park é engraçado, triste, sarcástico, sincero e, acima de tudo, geek. Os personagens que dão título ao livro são dois jovens vizinhos de dezesseis anos. Park, descendente de coreanos e apaixonado por música e quadrinhos, não chega exatamente a ser popular, mas consegue não ser incomodado pelos colegas de escola. Eleanor, ruiva, sempre vestida com roupas estranhas e “grande” (ela pensa em si própria como gorda), é a filha mais velha de uma problemática família. Os dois se encontram no ônibus escolar todos os dias. Apesar de certa relutância no início, começam a conversar, enquanto dividem os quadrinhos de X-Men e Watchmen. E nem a tiração de sarro dos amigos e a desaprovação da família impede que Eleanor e Park se apaixonem, ao som de The Cure e Smiths. Esta é uma história sobre o primeiro amor, sobre como ele é invariavelmente intenso e quase sempre fadado a quebrar corações. Um amor que faz você se sentir desesperado e esperançoso ao mesmo tempo.
 Eleanor se define como gordinha,com cabelos cacheados e é ruiva, não é escrava da moda anda com roupas largas. Vem de uma família desestruturada e isso a faz ter um comportamento introvertido. Richie seu padrasto possui problemas com álcool e comete violência domestica contra a mãe de Eleanor.

 Já Park possui uma boa família, não são perfeitos,mas é uma família que se ama e eles tem problemas como qualquer outra família, mas se amam muito e se respeitam
  Os dois se conhecem, no ônibus assim que Eleanor se muda para a escola de Park.
  Os dois se sentem  fora de encaixe na sociedade. Ela é uma garota que se veste completamente diferente do esperado pelas jovens da sua idade:  Já Park se sente fora do lugar por ser coreano e é muito quieto.

  A narração é em terceira pessoa; o que nos permite ver os sentimentos de ambos personagens.
  Quando comecei a ler sabia que era um romance leve e clichê, mas tinha visto muitas criticas boas achei que iria gostar. 


 Me incomodou muito o fato dela ficar repetindo toda hora, que Park era perfeito demais para ela, que ela é feia não acho que esse tipo de autodepreciação uma coisa boa; e sem contar que ficou cansativo a repetição dela.
  O livro também fala dos abusos psicológicos que Eleanor sofre do padrasto mas a autora não se aprofundou muito nos motivos.
  Eleanor sofre muito, a mãe é uma lesada que coloca a vontade de um homem na frente do bem estar dos próprios filhos: o pai é um idiota que não serve para nada: e o padrasto como sabe que sempre vai sair impune de tudo de ruim que faz,tortura e tormenta a menina.Ela realmente sofre muito.
  Park foi para  ela um salva vidas  a esperança que na vida existe coisas boas sim...
  
  O final realmente não é nada convencional e isso causa um pouco de angústia e estranhamento no leitor. Inclusive, foi o que não gostei . ♥

 328 Páginas
Editora Novo Século
Autora: Rainbow Rowell

 classificação 3 Estrelas

BEIJINHOS

sábado, 10 de fevereiro de 2018

GAROTA CALENDÁRIO OUTUBRO-NOVEMBRO-DEZEMBRO (resenha)

GAROTA CALENDÁRIO OUTUBRO                                                                                                   Em Outubro, Mia volta para sua casa em Malibu para morar com WEs. Agora que sua divida foi  já paga, e a ameça do seu ex esstá fora do seu caminho,ela não precisa mais viver como uma acompanhante.
Este livro teve duas partes na minha opinião: a parte que mostra o poder e a cura pelo amor, por causa do disturbio que Wes ficou após o cativeiro...
Depois temos um novo inicio para Mia, sua nova carreira. Ela tem algumas portas abertas, isso a ajudará a realizar o sonho de ter uma profissão de verdade. O livro já começou  a caminhar para o final . A leitura foi bem arrastada: Pois a forma que Wes estava  usando para lidar com trauma, na minha ipinião achei meio forçado, se a autora tivesse o conduzido por outro caminho talvez tivesse ficado um pouco mais real.

AUTORA: AUDREY CARLAN
EDITORA: VERUS
PAGINAS:160
  2 ESTRELAS

GAROTA CALENDÁRIO NOVEMBRO
  Mia viaja para Nova Yorque, para gravar um quadro; com especial  de ação de graças para o programa que ela apresenta para Doutor Hoffman.
  Além dos famosos, ela aproveita  para entrevistar pessoas comuns pelos pontos turisticos da cidade. Sua amiga Gia vai morar com ela e Wess em sua casa.Mia tem sua primeira comemoração de ação de graças.
  O livro fala do amadurecimento pessoal de Mia, de suas novas conquistas  e de seus planos para o futuro... "PELO QUE VOCÊ É GRATO

AUTORA: AUDREY CARLAN
EDITORA: VERUS
PAGINAS: 160
   2 ESTRELAS


GAROTA CALENDÁRIO DEZEMBRO

Esse é o ultimo mês vamos conhecer um pouco  da historia pessoal de Mia e veremos alguns traumas da infância relacionado com seus pais ...
 Mas um confronto com sua mãe, que a autora fez que mais  não fez sentido, foi desnecessário pois não mudou nada na historia.
 Confesso que não entendi muito o final do pai da Mia. Ele foi um  pai ausente, mas tudo começou por causa dele. Se não fosse os erros dele Mia não teria conhecido Wes e nem teria tido nenhuma historia... Então porque aquele final sem sentido...
  É um livro que já veio com o desfecho previsto...

AUTORA:  AUDREY CARLAN
 EDITORA: VERUS
PAGINAS: 160

     3 Estrelas

quinta-feira, 8 de fevereiro de 2018

LANÇAMENTOS LIVROS FEVEREIRO

Oi meus amores!Tudo bem?
Fevereiro é o mês mais curto do ano, esse ano com apenas 28 dias, com isso os lançamentos dos livros vão ser bem perto um do outro. Mas as Editoras vão dar uma segurada nos lançamentos por causa do carnaval..


.Um romance sobre as escolhas corretas nas situações mais difíceis. As coisas não foram sempre fáceis para Lily, mas isso nunca a impediu de conquistar a vida tão sonhada. Ela percorreu um longo caminho desde a infância, em uma cidadezinha no Maine: se formou em marketing, mudou para Boston e abriu a própria loja. Então, quando se sente atraída por um lindo neurocirurgião chamado Ryle Kincaid, tudo parece perfeito demais para ser verdade. Ryle é confiante, teimoso, talvez até um pouco arrogante e se sente atraído por Lily. Porém, sua grande aversão a relacionamentos é perturbadora. Além de estar sobrecarregada com as questões sobre seu novo relacionamento, Lily não consegue tirar Atlas Corrigan da cabeça — seu primeiro amor e a ligação com o passado que ela deixou para trás. Ele era seu protetor, alguém com quem tinha grande afinidade. Quando Atlas reaparece de repente, tudo que Lily construiu com Ryle fica em risco. Com um livro ousado e extremamente pessoal, Colleen Hoover conta uma história arrasadora, mas também inovadora, que não tem medo de discutir temas como abuso e violência doméstica. Uma narrativa inesquecível sobre um amor que custa caro demais.

 Da mesma autora de outros jeitos de usar a boca, best-seller com mais de 100 mil exemplares vendidos no Brasil.
o que o sol faz com as flores é uma coletânea de poemas arrebatadores sobre crescimento e cura. ancestralidade e honrar as raízes. expatriação e o amadurecimento até encontrar um lar dentro de você.
organizado em cinco capítulos e ilustrado por Rupi Kaur, o livro percorre uma extraordinária jornada dividida em murchar, cair, enraizar, crescer, florescer. uma celebração do amor em todas as suas formas.


essa é a receita da vida
minha mãe disse
me abraçando enquanto eu chorava
pense nas flores que você planta
a cada ano no jardim
elas nos ensinam 
que as pessoas
também murcham
caem
criam raiz
crescem
para florescer no final'


“'A mulher na janela' é um daqueles raros livros realmente impossíveis de largar.” – Stephen King

“Surpreendente. Arrebatador. Sensacional. Um suspense noir para o novo milênio, com personagens fascinantes, reviravoltas formidáveis, uma escrita primorosa e uma narradora com quem eu adoraria tomar uma garrafa de vinho. Talvez duas garrafas.” – Gillian Flynn, autora de 'Garota exemplar'


Anna Fox mora sozinha na bela casa que um dia abrigou sua família feliz. Separada do marido e da filha e sofrendo de uma fobia que a mantém reclusa, ela passa os dias bebendo (muito) vinho, assistindo a filmes antigos, conversando com estranhos na internet e... espionando os vizinhos.

Quando os Russells – pai, mãe e o filho adolescente – se mudam para a casa do outro lado do parque, Anna fica obcecada por aquela família perfeita. Até que certa noite, bisbilhotando através de sua câmera, ela vê na casa deles algo que a deixa aterrorizada e faz seu mundo – e seus segredos chocantes – começar a ruir.

Mas será que o que testemunhou aconteceu mesmo? O que é realidade? O que é imaginação? Existe realmente alguém em perigo? E quem está no controle?



Da autora best-seller Jennifer L. Armentrout, de Obsidiana (Saga Lux), este romance genuíno retrata as conseqüências de cada pequena decisão...
Lena Wise está sempre ansiosa pelo dia seguinte, especialmente porque está começando o último ano da escola. Ela está decidida a passar o máximo de tempo possível com os amigos, completar as inscrições da faculdade e talvez informar seu melhor amigo de infância, Sebastian, sobre o que realmente sente por ele. Para Lena, o próximo ano vai ser épico — um ano de oportunidades e conveniências.
Até que uma escolha, um instante… destrói tudo.
Agora Lena não está ansiosa pelo dia seguinte. Não quando o tempo que dedica aos amigos pode nunca mais ser o mesmo. Não quando as inscrições para a faculdade podem ser qualquer coisa, menos viáveis. Não quando há o risco de Sebastian jamais perdoá-la pelo que aconteceu.
Pelo que ela permitiu que acontecesse.
À medida que sua culpa aumenta, Lena está ciente de que sua única esperança é superar o ocorrido. Mas como é possível seguir em frente quando a existência inteira, tanto dela quanto a de seus amigos, foi transformada? Como seguir em frente quando o amanhã sequer é garantido?

Elogios a Jennifer L. Armentrout
“Este livro suscita a reflexão e é poderoso.”
— Erin Watt, autor best-seller do The New York Times

“Tocante e necessário; essencial e poderoso. Se não houver amanhã é válido para qualquer pessoa. Você não vai conseguir parar de ler.”
— Brigid Kemmerer, autora de Letters to the lost e a série Elemental

“Com uma mensagem poderosa sobre os efeitos devastadores da direção alcoolizada e as consequências de longo alcance das pequenas escolhas, Armentrout (autora de O problema do para sempre) apresenta uma história eficiente do luto em seu estado puro e de aceitação paulatina.”
— Publishers Weekly

“As nuances desse retrato de culpa e redenção configuram uma ótima escolha para fãs de The last time we say goodbye, de Cynthia Hand, de 2015.”
— Booklist

Vencedor do Prêmio Pólen de Literatura


O Quase Doutor é um renomado cardiologista que passa os dias em um hospital, mas no fundo é um artista frustrado. A Quase Viúva é uma professora que está de licença do trabalho para ficar com o noivo, em coma após um grave acidente. O Quase Repórter é um jornalista decepcionado com a profissão que sofre há mais de um ano pelo suicídio da esposa. A princípio, a única coisa que essas pessoas têm em comum é a sensação de incompletude e de desilusão com a vida.

Até que, um dia, o Quase Doutor é persuadido por um velho desconhecido a embarcar com ele em um ônibus rumo a uma jornada para se reconciliar com seu passado. Logo a viagem se transforma em uma aventura extraordinária e, em meio a fenômenos como uma chuva de estrelas cadentes, ele precisa fazer escolhas que mudarão seu destino para sempre.

Enquanto isso, eventos misteriosos levam a Quase Viúva a suspeitar que alguém dentro do hospital quer matar seu noivo e uma pesquisa minuciosa do Quase Repórter revela que sua esposa pode ter sido assassinada. Quando os dois tentam descobrir a verdade sobre seus amados, tudo leva a crer que a resposta está dentro do ônibus do Quase Doutor.

Reunidos num lugar que nunca imaginaram existir, os três serão forçados a enfrentar seus maiores medos e verão que, para se tornarem completos, precisarão encarar a batalha mais difícil de todas: aquela que travamos com nós mesmos.

BEM PESSOAL TEM MUITO MAIS LANÇAMENTO ESSES SÃO APENAS ALGUNS...

  BEIJINHOS :)

terça-feira, 6 de fevereiro de 2018

ESTREIAS DA NETFLIX DE FEVEREIRO


**CARBONO ALTERADO**



A nova série da Netflix, baseada no livro “Carbono Alterado”, de Richard K. Morgan, parte de uma premissa interessantíssima. Num futuro distópico, é possível trocar de corpo quando este perece por velhice ou doença. Com a consciência armazenada num cartucho e posicionada na nuca, basta transferir o objeto a outro corpo e seguir adiante. As possibilidades desta ideia são imensas: com as diferenças sociais, os mais ricos adquirem corpos jovens e trocam-nos sucessivas vezes, tornando-se quase imortais, enquanto os pobres se contentam com corpos frágeis e se sujeitam às “mortes reais”, ou seja, definitivas. 

                                                       **LEGION**

David Haller (Dan Stevens) é um rapaz diagnosticado com esquizofrenia que passou os últimos cinco anos de sua vida em um hospital. Institucionalizado mais uma vez, David se perde na rotina estruturada da vida no hospital, e passa todo o seu tempo em silêncio junto à amiga Lenny (Aubrey Plaza), uma paciente cujo vício em drogas e álcool não diminuiu em nada seu otimismo. Mas a vida de David muda com a chegada de uma nova paciente: Syd Barrett (Rachel Keller). Atraídos um pelo outro, David e Syd compartilham um encontro surpreendente, depois do qual David enfrenta a possibilidade de as vozes que ele ouve não sejam exatamente produtos de sua imaginação.

                                                                         **QUANDO NOS CONHECEMOS**



Noah (Adam Devine) teve um encontro perfeito com a garota dos seus sonhos (Alexandra Daddario), mas é visto apenas como um amigo por ela. Ele passa então os próximos três anos tentando entender o que aconteceu de errado, até que ele tem a inesperada chance de viajar no tempo e alterar a noite e seu destino, mais de uma vez

                       **A GAROTA DINAMARQUESA**

Em A Garota DinamarquesaEddie Redmayneinterpreta alguém que não se vê no corpo de um homem. Ok, ele é Einar Wegener, um pintor dinamarquês, casado, de relativo sucesso. Mas quer assumir sua identidade feminina. E o novo filme do mesmo Hopper reforça o tempo inteiro que esse cara... quer ser uma menina.

                                        **As Crônicas de Frankenstein**
(1ª temporada): Na Londres de 1827, um detetive começa a investigar o que parece ser um assassino com predileção por mutilações e acaba descobrindo algo ainda mais apavorante. Série estreia em 20 de fevereiro.

                                      **Guardiões da Galáxia**
 Na tentativa de escapar do vilão intergaláctico Ronan, o piloto espacial Peter Quill se une a um excêntrico grupo para formar uma equipe de heróis improváveis. 

"BEM PESSOAL ESSAS SÃO APENAS ALGUMAS DAS ESTREIAS DA NETFLIX PARA FEVEREIRO" 

BEIJINHOS

sábado, 3 de fevereiro de 2018

POLLYANNA (resenha)

"Sabe aquele livro que todos já devem ter lido,menos você; Foi o que aconteceu comigo... Tive uma certa relutância admito."
  O livro é POLLYANNA é um clássico do ano de 1913.

 Na historia conheceremos Pollyanna Whittier, uma criança de 11 anos, é uma criança de personalidade marcante. A menina acaba de ficar órfã de pai e mãe, e acaba indo morar com a tia.
  A tia Miss Polly aceita a menina por obrigação... Miss Polly aceita a menina por mera obrigação: Miss Polly é uma mulher amarga, mal humorada. Já a Pollyanna é uma criança inocente,afetuosa, simpática,extrovertida; e que mesmo nos piores acontecimentos da vida algo bom.

  Aos poucos a menina vai amolecendo o jeito durão  da tia e também consegue interagir de forma carinhosa com todos os que ela conhece...

  Pollyanna vai ensinando aos poucos o jogo do contente, um jogo que consiste em encontrar alguma razão para ficar feliz independente da situação. Quem inventou a brincadeira foi o pai de Pollyanna. Ele era reverendo e a mãe da menina abriu mãe do dinheiro da família, para se casar com ele, o casal viva de donativos.

  O pai da menina a incentivava a ficar feliz mesmo na situação mais difícil. E assim surge o jogo do Contente.
  Gostei muito da leitura, achei muito inspirador, é uma leitura juvenil, que traz ensinamentos que pode ser lido em qualquer idade.
  Pollyanna  é contagiante,senti um carinho grande por ela. Mesmo tendo sido lançado em 1913 o livro tem leitura simples e de fácil entendimento. A narração é em terceira pessoa ... Pollyanna é uma personagem que não tem como esquecer,ela é meiga, tagarela e consegue transformar tudo de ruim em bom,tudo de negativo em positivo. O final me trouxe muitas lágrimas,sim, torci muito para Pollyanna. Esse livro me ensinou muito,aprendi o jogo do contente e a importância por traz do jogo. Recomendo muito.

CLASSIFICAÇÃO: 5/5

AUTORA: ELEANOR H. POTER
EDITORA: AUTÊNTICA
PAGINAS:  180
LANÇAMENTO: 1913

quinta-feira, 1 de fevereiro de 2018

LIDOS EM JANEIRO

Oi meus amores, esse mês de Janeiro tive ótimas leituras. Trago para vocês quais foram; as que já tiverem resenha vou deixar o link para vocês... Mas logo logo vou, trazer todas as outras... A data é sempre do dia que terminei a leitura...Espero que gostem.

02-01-2018

RESENHA AQUI

04-01-2018
LOGO RESENHA

05-01-2018

06-01-2018


14-01-2018

RESENHA AQUI

16-01-2018

21-01-2018

23-01-2018


25-01-2018

29-01-2018

31-01-2018


ESPERO QUE GOSTEM, E LOGO RESENHA DE TODAS ESSAS LEITURAS MARAVILHOSAS...


BEIJINHOS


A COROA (resenha)

  4   ESTRELAS  312: PAGINAS  SEGUINTE: EDITORA  KIARA KASS: AUTORA "SEU  POVO OU SEU CORAÇÃO? UM DOS DOIS ELA VAI TER QUE ESC...