sábado, 13 de abril de 2013

Dia do beijo

Dia do beijo title=No dia 13 de abril é comemorado o Dia do Beijo. É difícil saber, ao certo, o que motivou a criação da data comemorativa, mas diz a história – verdadeira ou não – que o italiano Enrique Porchelo beijava todas as mulheres que encontrava na vila em que vivia, casadas ou não. Em 13 de abril de 1882, o padre local teria oferecido um prêmio em moedas de ouro às mulheres que não haviam sido beijadas pelo “Don Juan”. Conta a lenda que nenhuma apareceu e que o tesouro está escondido em algum lugar da Itália até hoje.
A verdade é que é difícil não querer dar um beijinho em quem se ama, não é? Em muitas vezes, nem precisa ser amor, atração já basta para tirar o fôlego. Também pudera, de acordo com o “Dossiê do Beijo, livro de Pedro Paulo Carneiro, existem 484 formas diferentes de beijar.
“O beijo é uma arma poderosa de sedução e pode ser considerado o termômetro do relacionamento“, afirma Cláudya Toledo, terapeuta sexual e presidente da agência de relacionamentos A2Encontros. “Os relacionamentos normalmente começam com um beijo e o casal precisa dele para manter seu entrosamento, já que ele tem o poder de misturar a essência das pessoas através da boca, da respiração”, acrescenta.
>
dia-do-beijo
Shutterstock
Ela diz ainda que muitos casais de longa data têm relação sexual sem beijo na boca, o que indicaria que a relação estacionou ou esfriou. “Variar o beijo, criar e namorar beijando é um sinal que o relacionamento está vivo”, explica. Ótimo estímulo para investir no seu lado beijoqueiro, não? Confira curiosidades sobre o beijo:
- 29 músculos são ativados em um beijo apaixonados;
- O corpo se aquece, queimando até 15 calorias e a pressão arterial sobe;
- Uma pessoa troca, em média, 24 mil beijos (de todos os tipos, dos maternais aos apaixonados e, até mesmo, os roubados) ao longo da vida;
- Beijar acalma! O nível de serotonina no cérebro aumenta quando estamos beijando;
- Pesquisadores americanos afirmam que a saliva trocada em um beijo apaixonado facilita a digestão e tem efeitos benéficos sobre as defesas do organismo
E não é só isso! Segundo Cláudya, o beijo pode ativar o funcionamento de nossa saúde orgânica, biológica e energética. No livro “Eles são simples, Elas são complexas”, da editora Alaúde, ela lista assete saúdes do ser humano – física, sexual, financeira, emocional, social, mental e espiritual – e os sete beijos correspondentes a cada uma delas.
Beijo animal: a pessoa morde os lábios e “ataca” ferozmente o outro. Representa força, ativa a saúde física.
Beijo flex: beijo com muita língua, saliva e mordidinhas. Representa prazer, ativa a saúde sexual.
Beijo power: um dita o ritmo para o outro. Representa posse, ativa a saúde financeira.
Beijo doce: as línguas se entrelaçam suavemente, os corpos se unem carinhosamente. Representa amor, ativa a saúde emocional.
Beijo surpresa: aquele roubado, causa susto e prazer inesperado, faz rir. Representa alegria, ativa a saúde social.
Beijo focado: penetração da língua na boca como num ato sexual. Representa intenção sexual, ativa a saúde mental.
Beijo tântrico: é aquele que evolui do tipo animal ao focado naturalmente, mudando a energia e as nuances. Representa união, integração, êxtase, ativa a saúde espiritual.
Leia também:
Manual do beijo – No Dia do Beijo, descubra o ritmo, a química, o encaixe por trás de um beijo bom
Sem beijo – O que fazer quando ele não te beija mais como antigamente?
Selecionamos os beijos clássicos do cinema para você se inspirar. Veja:
1 / 20
Tom Cruise e Kelly McGillis em 'Top Gun - Ases Indomáveis' (1986)


Nenhum comentário:

Postar um comentário