sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

SINTOMAS DA SÍNDROME DE PANICO

Hoje em dia é tudo tão corrido, pois já estamos em dezembro,como passou rápido. E com isso mais e mais pessoas se veem,exaustas,fadigadas, tudo pela falta de tempo e lazer... TRAGO PARA VOCÊS SINTOMAS DA SÍNDROME DE PANICO...

Milhares de pessoas vão parar no hospital todos os anos depois do seu primeiro ou do seu pior ataque de pânico, acreditando que algo muito sério está acontecendo. Às vezes o ataque de pânico é tão forte que a pessoa pensa que vai morrer.
Mas a verdade é que estas pessoas estão simplesmente sofrendo um ataque de pânico, uma avalanche de ansiedade tão extrema que causa sintomas físicos severos.

Uma das primeiras perguntas que as pessoas fazem é porque algo como a ansiedade pode causar esses tipos de sintomas. Afinal, não é a ansiedade que deixa a síndrome do pânico insuportável, e sim as sensações físicas reais que dá a impressão de que tem algo muito errado com sua saúde.
Os ataques de pânico são muito complexos, e suas causas não são totalmente conhecidas. Mas as razões mais comuns que faz a síndrome do pânico causar sintomas físicos incluem:
  • Hiperventilação. A principal causa dos sintomas da síndrome do pânico é a hiperventilação. Ela pode ser causada pela respiração rápida, respiração profunda ou rasa. A hiperventilação é tanto uma causa quanto um sintoma da síndrome do pânico.
  • Estresse extremo. Os ataques de pânico representam um estresse extremo. O estresse extremo faz seus hormônios ficarem desequilibrados, aumenta seus batimentos cardíacos, causam náusea e muito mais.O estresse pode pressionar os órgãos, afetar a respiração e causar um grande número de sintomas físicos.
  • Psicossomático. Alguns sintomas são simplesmente causados pela mente. Não é totalmente claro como a mente causa estes sintomas, algumas pessoas esperam por um sintoma, e acaba sentindo, enquanto outras pessoas descobrem que seus cérebros simplesmente criam os sintomas durante o ataque, mas estes sintomas não tem causa física direta.

Finalmente, outro problema que afeta pessoas com síndrome do pânico é a hipersensibilidade. Isso ocorre quando você passa por uma sensação normal, ou quase normal, e essa sensação “parece” ser muito pior.
Por exemplo, experimentar uma quantidade normal de dor na perna, mas parece que sua perna foi cortada. Isso é comum em pessoas com síndrome do pânico.

Sintomas Dos Ataques De Pânico

Os ataques de pânico podem causar sintomas incrivelmente estranhos. Algumas pessoas não consegue engolir, ou tem a impressão de que a língua foi engolida.
Outras pessoas sentem como se suas pernas ou braços querem se movimentar involuntariamente. Estes não são os sintomas mais comuns, mas ainda podem afetar pessoas com síndrome do pânico.
Porém, os sintomas mais comuns incluem:


Pânico:

  • Palpitação no coração ou batimentos cardíacos acelerados
  • Pressão no coração ou sensação de estar sendo pressionado
  • Dores no peito, geralmente pontiaguda e perto do coração
  • Ondas de calor e suor
  • Dificuldade de respirar, como se você não conseguisse puxar todo o ar
  • Tontura e sensação de desmaio
  • Dificuldade de pensar, como se seu cérebro não estivesse funcionando corretamente
  • Fraqueza, queimação, dormência ou formigamento nos braços, pernas e mãos
  • Dificuldade de ficar de pé
  • Queimação por toda a pele
  • Sensação de estar prestes a morrer, ou que o mundo está prestes a acabar
  • Dificuldade de se concentrar em qualquer outra coisa além dos seus sintomas
  • Sensação de precisar fugir ou de uma ambulância
  • Dificuldade de ouvir, como se o ouvido estivesse entupido ou zumbido no ouvido
  • Arroto, inchaço ou outras formas de gases.
  • Sensação de precisar expandir o peito
  • Mudanças nas vistas e na claridade
  • Medo avassalador
  • Despersonalização ou sensação de estar fora de si
  • Náusea, geralmente com dor ou desconforto no estômago
  • Pressão na cabeça, possivelmente com dor de cabeça
  • Dificuldade de segurar a cabeça
  • Sensação de precisar ir ao banheiro
Nem todo mundo passa por todos esses sintomas a cada ataque de pânico. Além disso, sentir esses sintomas não quer dizer que um ataque de pânico está prestes a acontecer, mas estes são alguns dos sintomas mais comuns que podem acontecer durante um ataque.
A síndrome do pânico não causa ataques de pânico apenas. Ela também causa outros sintomas que podem ocorrer a qualquer momento durante o dia.
Estes sintomas não são necessariamente parte de um diagnóstico de síndrome do pânico, mas eles podem ocorrer se a pessoa já sofre de síndrome do pânico:


  • Medo do ataque de pânico. Muitas pessoas têm medo constante de desenvolver mais um ataque de pânico. Em alguns casos, este medo pode na verdade causar outro ataque de pânico.
  • Agorafobia. Agorafobia é quando sua síndrome do pânico é tão grave que você começa a ter medo de sair de casa. Geralmente as pessoas recebem o diagnóstico de síndrome do pânico “com” ou “sem” agorafobia.
  • Ataque de pânico com sintomas limitados. Isso é quando você começa a sentir alguns dos sintomas da síndrome do pânico, mas eles nunca se desenvolvem até um ataque completo. Pode ser que você parou o ataque com sucesso ou ele simplesmente não se materializou.
  • Sintomas de estresse. A síndrome do pânico coloca tanto estresse no seu corpo que não é incomum sentir vários sintomas do estresse no decorrer do dia. Isso inclui dores nas pernas, fraqueza nas pernas, fadiga, um pouco de náusea, entre outros.
  • Ansiedade com relação à saúde. Como um ataque de pânico parece ser um problema de saúde, muitas pessoas desenvolve a ansiedade em relação à saúde. Elas começam a se convencerem de que algo está errado, e começam a pesquisar os sintomas na internet e marcar consultas com mais frequência do que o necessário.
A síndrome do pânico também pode causar sintomas da ansiedade generalizada quando nenhuma ansiedade está presente. Isso geralmente contribui para a ansiedade em relação à saúde, consequentemente deixando você mais propenso a sofrer ataques de pânico.

Só um médico poderá assegurar que seus sintomas não são causados por algo mais sério do que a síndrome do pânico. Porém, é importante considerar o seguinte:
  • A sua reação piora os ataques. A maneira como você reage aos ataques de pânico podem piorá-los. Procure formas de se distrair para não pensar muito no pânico.Pode ser difícil fazer isso, mas as distrações não vão deixar seus próprios pensamentos e reações amplificarem sua síndrome do pânico.
  • Não declare como certo que você está prestes a ter um ataque. Quando você sentir um sintoma, lembre-se que os sintomas não criam o ataque automaticamente. Os sintomas podem ser causados pela ansiedade generalizada, respiração ou até mesmo por nada.Porém, se você assumir que um ataque de pânico está a caminho quando você sentir um desses sintomas, você vai na verdade aumentar a probabilidade de ter um.
  • Você não morre por causa de um ataque de pânico. É especialmente importante lembrar que um ataque de pânico não vai matar você. Você não consegue morrer de ansiedade.Isso é importante porque você tem que aprender a não ter medo dos ataques se quiser superar sua síndrome do pânico. Se você tentar ao máximo evitar os ataques, você provavelmente vai ter um porque você estará sempre pensando neles.Se você aceitar que você tem síndrome do pânico e continuar com sua vida normalmente, ficará mais fácil superar a síndrome do pânico.
Os sintomas da síndrome do pânico podem ser assustadores, e se não for tratada, sua síndrome do pânico pode dominar sua vida.
É possível se livrar desses sintomas, usando estratégias desenvolvidas especialmente para eliminar os sintomas físicos e mentais específicos da cidade e da síndrome do pânico.
Você sente 4 ou mais dos sintomas listados acima? Quais?

14 comentários:

  1. Tenho muita ansiedade... Muita mesmo!!! Já fui até pro psicólogo fazer tratamento.

    ResponderExcluir
  2. Caramba! Informações mt importantes e que eu nem fazia idéia! Adorei flor. Bjsss

    ResponderExcluir
  3. Post bem completo e informativo sobre a sindrome do pânico.
    Bjus
    Jaque
    www.quebreiaregra.com.br

    ResponderExcluir
  4. Eu já passei por isso e realmente não é nada bom, é uma sensação mais que horrível, pois por mais que um médico te diga que tu não tem nada, e nada se vê nos exames, a sensação e os sintomas no corpo são muito reais, é apavorante!

    Bjos
    Minda ❤ 😍

    ResponderExcluir
  5. Post super completissimo, adorei! Muito importtante saber de tudo isso.. vai ajudar muita gente!

    www.iathilamarques.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Nossa deve ser horrível passar por isso
    um pequeno medo ja é ruim imagina se transformar em sindrome
    dicas muito importantes
    bjs

    ResponderExcluir
  7. É uma doença que chega de uma vez só, quando vc vê já está com todos os sintomas de uma vez só e não cura rápido. Já faço tratamento ha alguns anos e creio que ficarei totalmente curada !!!
    besitos

    www.blogmeamarro.com

    ResponderExcluir
  8. Que post maravilhoso com tantas informações para ajudar a perceber a doença e procurar ajuda médica.
    Essa doença é muito grave e tem muitos sintomas diferentes que podem confundir o diagnostico.

    Bjinhos,
    www.prosaamiga.com.br

    ResponderExcluir
  9. Que post informativo..
    é sempre bom saber dessas coisas!
    Bjos!

    ResponderExcluir
  10. Conheço pessoas que sofrem com isso e é realmente muito ruim.
    Ótimo post!
    Beijinhos Fê
    www.bloglovers.com.br

    ResponderExcluir
  11. Eu tenho sindrome de panico e é terrivel mesmo. Amei o post.

    ResponderExcluir
  12. Post incrível super esclarecedor, a maioria das pessoas acha que é frescura, mas é realmente uma doença sérissima!
    Parabéns pelo post!
    Beijinhos :*

    ResponderExcluir
  13. seu post é incrivel amei vai ajudar muita gente bjus

    ResponderExcluir
  14. Post super completo, sei muito do que é isso, passei por isso esse ano e ainda estou em tratamento, é horrível.

    ResponderExcluir