sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017

ABORDAGEM DIRETA DO INCONSCIENTE/SÍNDROME DE PANICO

“As dificuldades atuais podem ter origens bem mais remotas do que se imagina: no útero materno, na infância mais antiga, ou nas relações familiares.”

A Terapia Direta do Inconsciente (TDI) é um tratamento que considera o ser humano em suas várias dimensões, incluindo o espírito humano como fonte de cura e de força.

Considera o paciente integralmente, percebendo-o como Ser Físico, Psíquico e Espiritual. Visa, portanto, promover a recuperação e integração harmônica destas três instâncias e o equilíbrio da pessoa em relação a si e ao seu meio.
É um processo psicoterapêutico que aborda e trabalha diretamente o inconsciente em seus conteúdos mais puros e profundos, motivos esses que permitem realizar a terapia em um curto período de tempo.
Através da TDI, é possível identificar, no inconsciente, registros negativos e positivos. A compreensão e decodificação dos registros negativos evidencia a liberdade humana em uma outra dimensão, mostrando que o homem é capaz inclusive de superar problemas relacionados ao seu passado. A capacidade de apropriar-se das vivências positivas e de potencializá-las permite o fortalecimento interno e o acesso a uma fonte inesgotável de recursos. Recursos para o crescimento, para a superação, para o encontro saudável consigo mesmo e com o Criador.
A ressignificação dos males sofridos só acontece havendo uma compreensão e “reformulação de atitudes”, a partir de novas escolhas.
Através da abordagem profunda e direta do Inconsciente a pessoa tem condições de descobrir a origem bem como o sentido de sua existência, reconhecendo-se como ser livre e responsável, capaz de se realizar-se em função de princípios transcendentais do homem. Isso mostra que o ser humano tem uma constituição intrínseca e estável que deve ser respeitada pra que haja saúde emocional, física e espiritual.
Um diferencial deste método é que, durante o processo, é possível atuar conscientemente sobre o inconsciente, descobrindo, transformando ou resolvendo os problemas na sua origem. Neste processo, o psicólogo trabalha como um “guia” para que o paciente evolua através de seus próprios méritos.

Outro importante diferencial desta metodologia é o tempo de duração do processo, afinal ele pode ser realizado a curto prazo. Varia geralmente de 3 a 12 semanas e depende de cada caso. As melhoras podem ser verificadas durante o tratamento terapêutico.


DICA DE LEITURA: AS CHAVES DO INCONSCIENTE
                                O INCONSCIENTE SEM FRONTEIRAS.
AMBOS DE:  RENATE JOST


8 comentários:

  1. Fui diagnosticada com Síndrome do Pânico ano passado e tento lidar com isso desde então.Fiquei curiosa pra ler esse livro, me interessei!

    ResponderExcluir
  2. Muito bacana esse post e a indicação de leitura! Esse mal atinge muito mais pessoas do que imaginamos, é muito importante buscar ajuda!

    ResponderExcluir
  3. Adorei esse post, desconhecia a respeito disso!
    Beijos Fê
    www.bloglovers.com.br

    ResponderExcluir
  4. Achei bacana essa dica de livro, acho que o tema abordado é muito atual.
    Nos ajuda a compreender quem sofre e a evitar preconceitos com problemas da saúde emocional,física e mental.
    Bjinhos,
    www.prosaamiga.com.br

    ResponderExcluir
  5. nossa o assunto é serio mesmo. Quanto mais nos informamos podemo ajudar a nos e aos proximos! adorei

    ResponderExcluir
  6. Difícil lidar com isso, mas com os profissionais corretos, pode ser vencido!

    ResponderExcluir
  7. Ótimo post tudo bem explicado parabéns bjs

    ResponderExcluir